Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Governo Alckmin descumpre mais de 55% das metas do PPA 2012/2015.

/ On : segunda-feira, junho 22, 2015 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com

 O governo Alckmin nunca levou o planejamento orçamentário a sério. O Plano Plurianual (PPA), principal ferramenta de planejamento para os quatro anos de governo, tem sido abandonado, deixando de apresentar-se como instrumento de monitoramento efetivo das ações do governo.
Diversas ações orçamentárias são excluídas e incluídas sem que sejam feitas revisões do PPA, assim como diversas metas quantitativas são alteradas ao longo do tempo, impedindo uma análise comparativa da eficiência e eficácia do gasto público estadual.
Mesmo diante deste conjunto imenso de problemas, buscamos analisar apenas aquelas ações e metas comparáveis ao longo dos anos. Para tanto, comparamos as metas previstas no PPA 2012/2015 com a somatória das metas realizadas em 2012, 2013, 2014 e as metas previstas no orçamento de 2015.
Até aqui, o governo Alckmin deverá realizar de forma satisfatória pouco mais de 44% das ações previstas no PPA. As secretarias de Desenvolvimento Social, Habitação, Transporte Metropolitano, Agricultura, Energia, Cultura, Emprego e Saneamento são as que menos deverão realizar suas metas.

Do total das ações, 179 delas (quase 20% do total) sequer saíram do papel segundo o acompanhamento do PPA, tais como as ações de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Ribeira e no Pontal do Paranapanema, o Programa Mãe Paulista, o Fortalecimento da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás no Litoral Paulista, o Apoio à Produção de Micro e Pequenas Empresas, a Implantação e Modernização das Bibliotecas Públicas, a Implantação do Sistema Paulista de Defesa da Agricultura, a Arrecadação de Terras para Assentamentos, a Implantação do Expresso Aeroporto, a Implantação do Trem Regional SP – Sorocaba, a Implantação do Metrô Leve Guarulhos-ABC, entre muitas outras.




Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.