Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Pedágios em SP aumentam ainda mais; viagem para Santos terá custo igual a BH ou Curitiba

/ On : sexta-feira, julho 01, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
Com o reajuste no preço dos pedágios, que entrou em vigor nesta sexta-feira (1º), o custo para viajar de São Paulo a Santos é semelhante ao da viagem entre a capital paulista e Curitiba (PR) ou Belo Horizonte (MG), considerando o valor acumulado dos pedágios.
Para viajar entre São Paulo e Santos, que estão a 85 km de distância, pelas rodovias estaduais Imigrantes ou Anchieta (administradas pela Ecovias), o motorista pagará agora R$ 20,10  ante aos R$ 18,50 cobrados anteriormente. A tarifa é cobrada somente no sentido capital-litoral.
Já entre São Paulo e Curitiba, trajeto de 408 km pela rodovia federal Régis Bittencourt –sob concessão da OHL–, há seis pedágios no valor de R$ 1,70, o que totaliza R$ 10,20 por viagem. Somando os valores de ida e volta, o motorista irá pagar R$ 20,40 para rodar 816 km, R$ 0,30 a mais do que paga para rodar 170 km entre Santos e São Paulo (ida e volta).
Clique aqui para ver as novas tarifas (arquivo em PDF).
Já a viagem entre as capitais paulista e mineira (596 km de distância) tem oito pedágios espalhados pela rodovia federal Fernão Dias no valor de R$ 1,30 cada, somando R$ 10,40. Considerando o trajeto de ida e volta, o motorista pagaria R$ 20,80, ou R$ 0,70 a mais do que no trajeto entre São Paulo-Santos, para rodar uma quilometragem sete vezes maior. A Fernão Dias também é administrada pelo grupo OHL.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.