Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

segunda-feira, 16 de maio de 2011

"Deu churrasco" neste último final de semana no Higienópolis, em Sampa: tudo pelo metrô em área nobre.

/ On : segunda-feira, maio 16, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
Manifestantes fecham rua em Higienópolis (SP) e realizam "Churrascão da Gente Diferenciada"

(do UOL Notícias, por Rodrigo Bertolotto)

Travessas de farofa, cervejas no isopor, espetinhos de frango, pagode e palavras de ordem como "Vem para rua comer churrasco". Nesse clima, cerca de 300 pessoas fecharam a avenida Higienópolis nesta tarde de sábado (14), em frente ao shopping local, zona central da capital paulista, em protesto contra a desistência do governo de São Paulo de construir uma estação de metrô na avenida Angélica, a principal do bairro.
Depois a manifestação se deslocou pelas ruas do bairro até a esquina da avenida Angélica com a rua Sergipe, local onde inicialmente estava projetada a estação. Churrasqueiras portáteis foram instaladas no local e assaram chuchu, em referência ao apelido do governador paulista, Geraldo Alckmin. Não foram registrados atos de violência no ato que teve forte presença policial e da CET, a companhia de trânsito paulistana.
O "Churrascão da Gente Diferenciada", nome dado ao protesto por seus organizadores a partir de página na rede social Facebook, mobilizou estudantes, moradores e integrantes de movimentos sociais, que levaram um ambiente popular pelas ruas do sofisticado bairro.
O nome da manifestação surgiu após uma declaração de uma moradora de Higienópolis em entrevista à Folha de S.Paulo. “Eu não uso metrô e não usaria. Isso vai acabar com a tradição do bairro. Você já viu o tipo de gente que fica ao redor das estações do metrô? Drogados, mendigos, uma gente diferenciada…”
A concentração começou na praça Villaboim às 13h, com batucada e cerveja. Boa parte dos manifestantes, porém, foi diretamente para a frente do shooping Páteo Higienópolis. Várias faixas brincavam com a recusa da estação e classificação que o metrô traria o "povão" para a área requintada. "Metrô em Higienópolis vai ter entrada social e de serviço", "Só pego metrô em Londres e Paris" e "Churrascão da Gente Diferenciada. É nóis na fita".
Um rapaz imitando o governador Alckmin (com direito a capacete de plástico e camisa azul arremangada) brincava com a situação: "A estação não vai mais chamar Angélica. Vai ser a estação Luciano Huck. Está mais no nível do bairro."
Cantando um pagode, o estudante Jorge de Oliveira explicou a razão do protesto: "Viemos trazer um pouco da cultura diferenciada para eles apreciarem".
Participaram também do protesto cicloativistas e integrantes do movimento "Passe Livre", que luta contra o valor das tarifas de ônibus em São Paulo. Eles chegaram a incendiar uma catraca coberta de papel e tecidos e atearam fogo nela na frente do shopping. O curioso é que teve gente que usou a brasa para assar espeto de queijo.
O promotor Maurício Ribeiro Lopes, que pediu investigação para saber qual o real motivo da desistência de se construir a estação no local, também estava presente no ato. Segundo ele, é preciso saber se houve pressão de moradores ou se há uma razão técnica para a atitude. "Há indícios que o governo cedeu à vontade de parte dos moradores", disse o promotor.



Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.