Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

sábado, 12 de março de 2011

Reinaldo Azevedo defende Ferreira Pinto do Serra

/ On : sábado, março 12, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
O secretário de segurança pública de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, foi flagrado recentemente em um ato suspeito oferecendo um envolope lacrado no Shopping a um jornalista. O Pinto juntamente com Itagiba fazem parte da milícia de vazadores de dossiê a serviço do Serra, como bem sabe o Tio Rei, tantas vezes municiados por eles.

O colunista-serrista, ao invés de questionar o porque de estar alí um secretário de segurança pública, em pleno horário de expediente, entregando aquele suspeito envelope lacrado a um jornalista; ou mesmo questionar singelamente, ao menos, o que seria aquele envelope, o que nele conteria. 

Não, ele está preocupado com "a motivação" do mensageiro em apresentar um secretário de segurança realizando uma ação, no mínimo, suspeita. Ele considera um absurdo que alguém, serrista, possa ser assim, tão facilmente denunciado por qualquer desmando, mal feito ou ato suspeito.

Para não deixar dúvidas da operação salva-serristas, se deu o trabalho de apresentar um suposto gráfico dos trabalhos prestados pela Gestapo serrista. Um gráfico produzido com o selo da credibilidade da Veja! Tão credível quanto o Consenso de Washington depois da crise financeira internacional de 2008. 

O marido traído (Alckmin) que flagrou a mulher é processado pelo Ricardão por estar ameaçando sua liberdade de associação? Pobre secretário serrista, não consegue nem mais operar livremente suas operações obscuras. Com certeza ele deve estar preocupado com o constrangimento a liberdade de expressão se lhe perguntarem sobre o conteúdo do envelope! Para ele e alguns colunistas, seria uma violação séria dos direitos humanos (da máfia serrista).

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.