Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

SP: moradores de prédios de luxo tentam impedir construção de habitações populares

/ On : terça-feira, fevereiro 15, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com

Um professor afirmou que a elite inventa desculpas porque não quer a favela por perto.


O déficit habitacional aqui no Brasil ainda é motivo de muita preocupação. E retirar moradores de áreas de risco está entre as prioridades dos três níveis de governo. Mas numa cidade grande e complexa, como São Paulo, a tentativa de remanejar casas e comunidades implica em mexer com vários interesses. E o choque de interesses envolve ricos e pobres.

A tentativa da prefeitura de construir prédios em favelas para realocar famílias que moram em áreas de risco está esbarrando na oposição de moradores de classe média alta. Uma moradora do condomínio de luxo alega que não houve estudo e reclama que a região já tem um trânsito ruim. Um professor afirmou que a elite inventa desculpas porque não quer a favela por perto. 

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.