Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O ajuste fiscal permanente - Parte 2: SP revê prazos e promete apenas uma linha nova de metrô até 2014.

/ On : terça-feira, janeiro 11, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
(do Transparência SP)
Como este site tem alertado, o ajuste fiscal permanente dos governos paulistas neste últimos 20 anos constitui-se em: "arrocho" salarial do funcionalismo público, corte de investimentos, aumento das terceirizações e "venda" do patrimônio público.
Em matéria publicada pelo Jornal Folha de SP neste último dia 10 de janeiro de 2011, fica claro que a chamada "revolução sobre trilhos", uma das principais marcas do governo Serra, não passou de "marketing político".
Segundo o atual secretário de Transporte Metropolitanos, Jurandir Fernandes, não será possível concluir as novas linhas do metrô anunciadas pela gestão anterior até 2014. Provavelmente, as obras destas linhas sequer serão iniciadas neste prazo.
Mais ainda, o secretário disse que os trens da CPTM não possuem padrão de Metrô e talvez seja desnecessário que algum dia venham a possuir, conforme propaganda também feita pelo governo Serra/Goldman.
O secretário também questionou diversos outros pontos propagandeados pela gestão anterior, como a funcionalidade do aluguel de bicicletas no Metrô - principalmente em uma cidade que possui pouquíssimos quilômetros de ciclovia -, a implantação de sistema de condução "driveless" dos trens do metrô e a "suntuosidade" de algumas novas estações da CPTM e do Metrô.
Segundo o secretário, com o custo de implantação de algumas estações seria possível implantar e modernizar muitas outras. Para ele, mesmo em cidades ricas de países desenvolvidos, estações de Metrô e trens longe das áreas centrais são mais simples.
Enfim, de propaganda em propaganda, os governos tucanos que se sucedem vão enrolando a população. Os investimentos atrasam, apenas o "ajuste fiscal permanente" continua em dia.

(da Folha de SP)
O governo Geraldo Alckmin (PSDB) dará continuidade ao plano de expansão do transporte coletivo em São Paulo, mas já começou a rever prazos e avalia não ser possível terminar até 2014 boa parte do que era divulgado pela gestão tucana de José Serra.
De acordo com reportagem de Alencar Izidoro e Cátia Seabra publicada na edição desta segunda-feira da Folha (íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL), apenas uma de quatro linhas de metrô anunciadas pelo antecessor está bem-encaminhada para conclusão até a Copa. E dois dos três monotrilhos podem sair do papel até lá, bem como a expansão de trens.
O novo secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, também já declarou apoio "incondicional" ao trem-bala, bandeira dos petistas Lula e Dilma.
Fernandes revelou à Folha que sonha com a volta dos trens regionais, e considera que quatro percursos seriam essenciais: São José dos Campos-SP, Campinas-SP, Sorocaba-SP e Santos-SP. Os dois primeiros integram o trem-bala (até 350 km/h).
Das quatro principais propostas de metrô do plano de Serra, duas já têm a entrega comprometida no prazo: a linha 5-lilás até a Chácara Klabin, cuja licitação é suspeita de fraude, e a linha 6-laranja. A proposta mais encaminhada até 2014 é a conclusão das duas fases da linha 4-amarela.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.