Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Manifestação contra o aumento da tarifa de ônibus interdita duas faixas da avenida Paulista

/ On : quinta-feira, janeiro 20, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
20/01/2011 - 18h55
PUBLICIDADE
DE SÃO PAULO


Uma manifestação interdita duas faixas da pista sentido Paraíso da avenida Paulista, região central de São Paulo, na noite desta quinta-feira . O protesto é organizado pelo MPL (Movimento Passe Livre), contra o aumento da tarifa de ônibus na cidade.
A concentração ocorreu no fim da tarde, na praça do Ciclista --na esquina entre as avenidas Consolação e Paulista. Por volta das 18h, o grupo formado por cerca de 500 pessoas --segundo a PM e a organização-- iniciaram uma caminhada ao longo da Paulista. Por volta das 18h40 eles estavam na altura da rua Peixoto Gomide.
Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), a lentidão vai desde o acesso das avenidas Rebouças/Dr. Arnaldo para a Paulista.
No último dia 5, a passagem foi reajustada de R$ 2,70 para R$ 3 --aumento de 11%. Para efeito de comparação, a inflação em 2010 na cidade foi de 5,83%, segundo a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).
VIOLÊNCIA
A manifestação acontece uma semana após o confronto com a Polícia Militar na praça da República (centro). O protesto foi reprimido com tiros de borracha, bombas de efeito moral e gás de pimenta.
De acordo com a polícia, o protesto deveria se dispersar na praça da República, mas os manifestantes queriam ir para a Câmara Municipal. Segundo a assessoria da PM, o "conflito se deu porque eles interditaram a avenida Ipiranga", e o gás lacrimogêneo foi utilizado "para desobstruir a via".

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.