Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Rodovias vicinais são recuperadas a peso de ouro em São Paulo

/ On : segunda-feira, novembro 15, 2010 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
Vicinal Bairro de Pires, sem acostamento
Mais uma vez, visito o site do Desgoverno Serra (SP) e o que encontro?
Mais rodovia vicinal recuperada a peso de ouro pelo Desgoverno Serra.
A matéria (clique aqui):
“O Governo do Estado, por meio do DER, órgão ligado à secretaria dos Transportes, reformou 27,4 km da SP-107, rodovia Prefeito Azis Lian, entre os municípios de Santo Antônio de Posse e Arthur Nogueira. Foram realizados trabalhos de recuperação asfáltica, melhorias na pista e implantação de ponte de concreto armado sobre o córrego Santa Bárbara. O investimento nas obras foi de R$ 43,1 milhões.”
De novo, fiz as contas dessa obra: R$ 43,1 milhões / 27,4 km = R$ 1.572.992,00/km
Mesmo com uma obra de ponte, é um preço muito alto para uma rodovia municipal, de baixo volume de tráfego!
Na mesma matéria:
“Também foram recuperados 6,6 km das estradas vicinais do bairro do Pires, na cidade de Itapira, e a que liga os municípios de Itapira e Mogi Mirim. O investimento realizado nas obras foi de R$ 3,3 milhões. As obras fazem parte da terceira etapa do Programa Pró-Vicinais, uma parceria entre o Governo do Estado e prefeituras, que está recuperando 12 mil km de estradas administradas e conservadas pelos municípios.”
A conta: R$ 3,3 milhões / 6,6 km = R$ 500.000,00/km
Como mostrei no post anterior (clique aqui), as obras de revitalização das rodovias federais, com um tráfego muito maior do que essas vicinais, custa no máximo R$ 300.000,00/km.
As rodovias vicinais do Desgoverno Serra (SP), recuperadas a peso de ouro, precisam ser auditadas pelo TCE-SP.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.