Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

domingo, 7 de novembro de 2010

F1: Assalto à Sauber

/ On : domingo, novembro 07, 2010 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com

Se a tentativa de assalto a Button não deu certo, integrantes da Sauber não tiveram tanta sorte. Segundo a Jovem Pan, uma van do time foi abordada por seis homens, alguns portando metralhadoras. Eles levaram bolsas, malas, computadores e dinheiro. Não houve feridos no incidente.


Button relata fuga de assalto com metralhadora, mas minimiza fato: 'foi azar'

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O inglês Jenson Button, atual campeão da Fórmula 1, foi protagonista de um triste incidente na saída de Interlagos, no sábado. Ele foi vítima de uma tentativa de assalto, mas conseguiu se livrar do problema. Na chegada ao autódromo neste domingo, escoltado pela polícia, o piloto relatou o fato e o minimizou: “o importante é que estou aqui para correr”.
“Foi uma situação assustadora, você não acredita que está acontecendo, nunca tinha passado por isso”, disse Button, àJovem Pan. “Mas tínhamos um bom motorista, um policial, que conseguiu nos livrar desta situação. Ele fez um ótimo trabalho.”
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, comentou a situação. “Todas as atenções foram dadas ao caso para identificar se houve problema no sistema de segurança. Vamos investigar se houve alguma falha. Mas, acontece’, afirmou em entrevista à Rádio Bandeirantes.
Segundo Button, eles foram abordados por cinco ou seis homens em um semáforo. O motorista conseguiu disparar com o carro blindado e, apesar de bater levemente em alguns carros, fugiu da ação dos bandidos.
“Pelo menos um deles estava armado com o que parecia ser uma metralhadora ou uma arma de calibre alto”, detalhou o inglês, piloto mais procurado pelos jornalistas na chegada à pista. Ele larga só em 11º com a McLaren.
“Mas acontece com qualquer um. Estávamos em um carro da marca Mercedes, com vidros negros, então os assaltantes não sabiam que era. Fui o azarado de estar lá naquele momento”, completou. “Não foi uma situação muito confortável, mas estou aqui para correr e isso é o mais importante. O ruim foi ter de vir escoltado para a corrida.”
John Button, pai do piloto, também comentou o incidente, mas procurou tranqüilizar sobre a situação, dizendo que nada aconteceu e que o motorista salvou a noite deles.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.