Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Pressa eleitoral: Governo de SP será multado por "abrir" Marginal do Tietê com falhas na sinalização.

/ On : sexta-feira, setembro 10, 2010 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
(do Estadão) O Ministério Público Estadual vai cobrar multa de R$ 100 mil por dia da Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) por causa da falta de sinalização na Marginal do Tietê. Para o MP, a empresa não cumpriu acordo firmado no início de agosto no qual se comprometia a regularizar a situação até o dia 31. A multa começou a ser calculada a partir dessa data e será acumulada até que a sinalização esteja completa - hoje, o valor já é de R$ 900 mil.

A decisão, inédita, foi baseada em laudo técnico concluído ontem a pedido da promotora Maria Amélia Nardy Pereira, da Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo. Segundo o estudo, a sinalização horizontal (faixas nas pistas) é o principal problema encontrado. Foram identificados vários trechos já liberados para a circulação de veículos sem as faixas pintadas - um exemplo é o trecho na frente do sambódromo do Anhembi, no sentido Castelo Branco. Além disso, o laudo apontou a ausência de sinais numéricos no solo para orientação e a existência de pinturas antigas nas pistas.

Há também problemas na sinalização vertical, de acordo com o levantamento do MP. Em alguns locais, o excesso de placas sobrepostas confunde o motorista. Em outros, há avisos provisórios mesmo onde as obras já acabaram - como acontece na saída para a Avenida Aricanduva, no sentido Ayrton Senna.

Segurança. A negociação do Ministério Público com a Dersa começou após a inauguração das novas pistas centrais da Marginal do Tietê, em março deste ano. O MP afirma que a circulação de veículos não poderia ter sido liberada sem que a sinalização fosse concluída. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, nenhuma via pode ser aberta ao tráfego se não estiver devidamente sinalizada de forma a garantir a segurança na circulação.

Procurada, a Dersa não se pronunciou ontem. Na semana passada, a empresa havia informado que a "sinalização dos trechos liberados ao tráfego" estava finalizada e que a completa estaria concluída no fim das obras, previsto para dezembro.

 
PARA ENTENDER
A multa diária de R$ 100 mil será cobrada pelo Ministério Público sem necessidade de aprovação da Justiça. Isso porque o valor foi estabelecido em um acordo assinado pela Dersa em agosto. Segundo o MP, o acordo não pode ser revisto e, portanto, a multa acumula até a sinalização estar perfeita. O dinheiro vai para um fundo estadual que deverá aplicá-lo em ações reparadoras ao meio ambiente e ao cidadão. A Dersa pode acionar a Justiça para não pagar a multa alegando ter concluído toda a sinalização.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.