Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

MEC responde a Serra: Enem 2010 teve 500 mil inscritos a mais

/ On : quarta-feira, agosto 18, 2010 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com

Candidato de oposição afirmou, em debate, que exame nacional estava "desmoralizado"



Publicado em 18/08/2010

São Paulo - O Ministério da Educação (MEC) respondeu à crítica de José Serra (PSDB) ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) lembrando o aumento no número de inscrições neste ano. Durante o debate promovido pela Folha de S.Paulo e UOL pela internet, o candidato oposicionista à Presidência da República afirmou que o Enem estava "desmoralizado" em função do roubo da prova na gráfica em outubro de 2009. O tucano atribuiu o episódio à pasta.
Sem mencionar o nome do candidato nem a depreciação defendida por ele, a nota do MEC lembra o fato de que o exame teve 500 mil participantes a mais em 2010 do que no ano anterior. "O Enem aplicado em 2009 recebeu 4,1 milhões de inscritos", inicia o texto encaminhado à Rede Brasil Atual pela assessoria de imprensa. "O Enem de 2010, marcado para os dias 6 e 7 de novembro, recebeu 4,6 milhões de inscrições", completou.
Em 1º de outubro do ano passado, a partir de uma reportagem do jornal O Estado de S.Paulo veio à tona o fato de que a prova havia sido roubada da gráfica. A data de aplicação foi adiada e um novo contrato de licitação executado. A Polícia Federal investigou o caso.
O MEC aponta ainda a ampla procura do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para reforçar a ideia de que o Enem mantém seu prestígio. A seleção para as vagas em universidades e institutos federais é feita a partir das notas no exame. Segundo os dados oficiais, somados os dois semestres de 2010, foram 64,5 mil vagas oferecidas 60,4 mil ocupadas.

Confira a íntegra:

Nota

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicado em 2009 recebeu 4,1 milhões de inscritos.
A partir das notas do exame, 60.371 estudantes ingressaram no ensino superior em vagas oferecidas por universidades e institutos federais que utilizaram o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que utiliza exclusivamente o resultado do Enem como forma de seleção.
Na primeira edição do Sisu, que selecionou candidatos às vagas do primeiro semestre de 2010, 51 instituições participaram – sendo 23 universidades federais e 26 institutos federais de educação, ciência e tecnologia – com a oferta de 47.913 vagas. Após a seleção, 97% das vagas foram ocupadas, o que representa 46.475 estudantes matriculados.
No segundo semestre, foram 35 instituições participantes, sendo 15 universidades federais, 17 institutos federais e um centro federal de educação tecnológica (Cefet). Aderiram ao sistema oito instituições que não participaram do primeiro processo, em janeiro — universidades federais de Viçosa (UFV), Uberlândia (UFU) e Mato Grosso do Sul (UFMS); universidades estaduais do Rio Grande do Sul (Uergs) e de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal); institutos federais do Ceará e do Sul de Minas Gerais e o Cefet do Rio de Janeiro.
Neste processo, foram ofertadas 16.573 vagas, sendo que 13.896 já foram ocupadas. As instituições continuam convocando os candidatos a partir da lista de espera
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010, marcado para os dias 6 e 7 de novembro, recebeu 4,6 milhões de inscrições.
Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.