Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Carta do Leitor: Opressão em São Paulo - artigo sobre os 15 anos e 9 meses de Governo do PSDB em São Paulo

/ On : terça-feira, agosto 31, 2010 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
Segue artigo sobre os 15 anos e 9 meses de Governo do PSDB



PSDB em São Paulo


   Caro(a) leitor(a), nesta ocasião pouparemos as criticas, apenas apresentaremos os fatos de maneira transparente.
   Em 15 anos e nove meses de Governo do PSDB em São Paulo questionamos o porque de engavetar-se 83 Comissões Parlamentar de Inquérito? Neste mesmo período desde quando Mário Covas assumiu em 1995, perpassando Geraldo Alckmin, que hoje disputa a reeleição e José Serra, candidato a Presidência da republica, mais de 50% das Empresas e dos serviços públicos foram PRIVATIZADOS em razão da visão neoliberal de abertura econômica ao capital estrangeiro, minimização do Estado e conseqüente deficiência no serviço publico prestado aos cidadãos, contribuintes dos impostos, haja visto a situação da Educação publica paulista que encontra-se no 13° lugar no ranking nacional do ensino Médio, além de ter a Escola Estadual mais bem posicionada no ENEM situada abaixo do 2500° lugar, mantendo uma política de Aprovação automatica que valoriza tão-somente a freqüência do estudante em salas de aula superlotadas, onde os Professores acumulam inúmeras perdas desde 1996 com o fim da Escola modelo, a imposição de Decretos que ferem a autonomia do magistério paulista, já vitimado com baixos salários e a falta de uma política de formação continuada e reconhecimento de seu trabalho elementar a sociedade brasileira.
   Ao longo de 15 anos e 9 meses privatizou-se a Telesp, comprada pela Telefônica e parte pela vivo, o Banespa, comprado majoritariamente pelo Grupo Santander, a Nossa Caixa, salva pelo governo federal que pelo banco do Brasil adquiriu a mesma, as rodovias que são consideradas as melhores do Brasil, em detrimento aos pedágios mais caros do país, chegando a R$ 18,20 na Anchieta Imigrantes que leva à Serra do Mar, entregue a Auto Ban, a Ecovias e a Intervias, agora com a conclusão do Rodoanel, isto além da Embraer, da Eletropaulo e as aspirações de fazer o mesmo com o Metro que em todo este período não passou de 25Km construídos e democratizados a população de São Paulo.
   Entretanto faz-se necessário retratar a situação dos Servidores públicos de São Paulo que tendo seu direito de livre manifestação e reivindicação justa e legitima cada vez mais diminuídos e combatidos com balas de borracha, cassetete e borracha seja do magistério, seja da Segurança publica, seja da Saúde, são vitimados com uma política Neoliberal de baixos salários, falta de condições para exercício da função, bem como a falta de uma política de carreira aos mesmos, o que levam-lhes ao comprometimento dos serviços prestados a população, ineficiência e insatisfação tanto dos que recebem quanto dos que prestam os serviços públicos.
 

Jean Lucas Costa
Estudante
19 anos
Nova Odessa/SP

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.