Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

domingo, 23 de maio de 2010

Sorocaba reivindica investimentos em rodovias e protesta contra presídios

/ On : domingo, maio 23, 2010 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
Os deputados petistas Enio Tatto e Hamilton Pereira participaram da audiência pública realizada, nesta segunda-feira (17/5), pela Comissão de Finanças e Orçamento, na Câmara de Sorocaba. Foi a quinta audiência regional realizada em 2010 pela única Comissão da Assembleia que vai até aos municípios ouvir as propostas da população para o orçamento estadual.

Nascido em Sorocaba, o deputado Hamilton Pereira defendeu o projeto, em trâmite na Assembleia, da criação de uma região metropolitana dos 17 municípios da região, com sede em Sorocaba, cuja arrecadação representa 1,5% do PIB paulista. O município é considerado o oitavo com maior potencial de consumo no Brasil e o quarto no Estado de São Paulo.

“Sorocaba precisa urgentemente da duplicação da rodovia de acesso, da pavimentação da Estrada Mário Covas e de obras de recuperação em várias outras vias. Defendemos o orçamento regionalizado para atender esta e outras reivindicações da população, para evitar que não se repita a prática do Governo do Estado de, por exemplo, instalar presídios no interior paulista sem ouvir sequer as Prefeituras e as comunidades locais”, disse Hamilton Pereira.

O deputado destacou a manifestação de professores e funcionários da Universidade Federal de São Carlos, localizada na região, em protesto contra os acidentes de trânsito, que poderiam ter sido evitados contra a duplicação da rodovia.

"Já incluimos estas demandas como emendas, mas o relator da Comissão atende a pedido do Palácio dos Bandeirantes e não as executa no orçamento", lamentou.

A situação das rodovias também foi alvo de questionamento da ex-deputada federal Iara Bernardi, que reivindicou duplicações das Rodovias Raposo Tavares e SP 267 (que liga Salto a Pirapora), na altura do quilômetro 267. “Nas audiências anteriores houve propostas para as duplicações. Mas só temos investimentos dos municípios e do governo federal e nem uma disposição do Governo do Estado. A SP 267 recebe 11 mil veículos todos os dias e ainda não foi duiplicada”, protestou.

O vereador Mário Marte Marinho Júnior, presidente da Câmara Municipal de Sorocaba, protestou contra o investimento na construção de penitenciárias no interior e elogiou a iniciativa do prefeito de Porto Feliz, o petista Cláudio Maffei, que realizou uma caminhada de 120 quilômetros, no ano passado, em protesto contra a construção de penitenciárias.

Os problemas na Segurança Pública levaram a região, às manchetes dos principais jornais. O 1º Distrito Policial de Salto, cidade localizada a 38 quilômetros de Sorocaba, foi invadido na madrugada desta segunda-feira (17/05) por um grupo de criminosos.

O DP não fica aberto nos finais de semana e foi palco de um assalto no último dia 13, quando uma comerciante foi atacada em suas dependências por assaltantes, que levaram sua bolsa com 13 mil e 500 reais.

Abandono

Uma faixa afixada no fundo do auditório lembrava os deputados que “o Hospital de Mairinque está fechado e a Estrada Mário Covas abandonada”. Estas carências básicas prejudicam uma região com grande potencial de empregos e investimentos empresariais. A região administrativa de Sorocaba tem 1 milhão e 400 mil habitantes; só no município, são 610 mil.

Funcionário da rede pública de Saúde de Itapetininga, Jorge Luis Almeida Alves, protestou contra a falta de equipamentos nos hospitais e a atuação das Organizações Sociais, as OSs. “Gostaríamos de receber investimentos para comprar equipamentos e evitar a remoção de pacientes para outros municípios”, reivindicou.

A situação do funcionalismo estadual foi alvo de protesto do Sindicato União dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de São Paulo, do Sinteps - Sindicato dos Trabalhadores do Centro Paula Souza -, do Sindicato dos Peritos Criminais e do Sindicato dos Médicos. “O descontentamento nesta área é muito grande. O governo precisa cumprir, pelo menos, a data-base, já aprovada há alguns anos”, disse o deputado Enio Tatto.

Também participaram da audiência os deputados Edson Giriboni, vice-presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Assembleia, Raul Marcelo, Vitor Sapienza e Valdir Agnello, além da vereadora Hildéia Maria de Souza, de Mairinque, que protestou contra o fechamento do Hospital Beneficência de Mairinque e a ausência de Fatecs no município.

O deputado Edson Giriboni disse que as duplicações de rodovias, principal reivindicação da audiência, são tarefas da concessionárias que administram o sistema.

As pessoas presentes à audiência nas Câmaras Municipais podem encaminhar sugestões aos deputados para a elaboração de emendas ao Orçamento, através de formulários distribuídos no local. A população pode ainda fazer sugestões, até o dia 30 de setembro, através do site da Assembleia: http://www.al.sp.gov.br/.

“Precisamos insistir para que o debate sobre o orçamento atinja o maior número possível de pessoas. As audiências aproximam a proposta e discussão de emendas dos pequenos municípios”, defende o deputado Enio Tatto, que destacou os dados apresentados pela publicação regional elaborada pela Bancada do PT sobre o orçamento e as emendas propostas nas audiências realizadas nos anos anteriores.

“Descobrimos que mesmo sendo uma região rica, Sorocaba ainda tem municípios com índices de desenvolvimento muito baixos, um problema que o orçamento regionalizado poderia resolver”, disse Enio.

As próximas audiências serão realizadas nos dias 20, em Campinas, e 21, em São José do Rio Preto.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.