Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Governo Alckmin "pisa no freio" dos investimentos em 2011.

/ On : quarta-feira, novembro 23, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
(do Transparência SP)

No último relatório de execução do orçamento do Estado, que vai de janeiro a agosto de 2011, o principal número que se apresenta é a baixíssima execução dos investimentos estaduais, quando comparamos com o mesmo período do ano anterior. Uma queda de mais de 50%.
Mesmo diante de uma forte crise econômica internacional e da queda de emprego na indústria paulista nos últimos meses, o governo Alckmin "pisou no freio" dos investimentos no Estado. Ao invés de combater os efeitos da crise econômica com mais obras e empregos, prefere ficar fazendo disputa política interna, sobretudo com o grupo ainda "serrista" que permanece na máquina pública estadual.
O argumento de Alckmin é que mudanças de governo acabam por paralisar investimentos, já que contratos precisam ser revisados.
Engraçado, nem parece que é o mesmo partido que governa o Estado a 16 anos.
Mais engraçado ainda é que o único investimento que os tucanos querem continuar "a ferro e fogo" é o da linha 5 - lilás do Metrô, onde foram descobertas irregularidades na licitação pelo Ministério Público.
As demais obras - como o plano anti-enchentes na Região Metropolitna de SP, ou ainda a continuação do Corredor de Transporte Metropolitano na Região de Campinas -, que não possuem problemas na justiça, foram paralisadas pelo governo ou andam a "passos de tartaruga".
Imagina se isso estivesse acontecendo no governo Dilma.
Abaixo o relatório orçamentário que comprova o texto.


Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.