Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

domingo, 30 de outubro de 2011

Deputados do Conselho de Ética da Assembléia de SP, ligados ao Governo Alckmin, "se empenham" para nada apurar sobre venda de emendas: os anões do orçamento do PSDB

/ On : domingo, outubro 30, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com

ALÉM DISSO, ALCKMIN NÃO CUMPRIU PROMESSA,  FEITA EM 12 DE OUTUBRO, DE DAR TRANSPARÊNCIA ABSOLUTA” ÀS EMENDAS ENTRE 2007 E 2010

TV Globo - SPTV 2ª Edição - 27/10/2011 - 19h15
Vídeo: Conselho de Ética decide encerrar apuração sobre venda de emendas parlamentares
Quem investiga agora é só o Ministério Público. O conselho investigava há quase um mês a denúncia do deputado Roque Barbieri.
A oposição quer coletar assinaturas para abrir uma CPI.
Duração: 2m17s
 
Estadão - 28/10/2011 - inteiro teor da pág. A10 em pdf - com fotos e cronologia da apuração
Conselho de Ética enterra apuração ao decidir não ouvir mais testemunhas
Deputados estaduais desistem de buscar provas sobre suposto esquema de venda de emendas e vão encerrar trabalhos em 15 dias
 
Textos que constam da página acima:
 
Conselho de Ética enterra apuração ao decidir não ouvir mais testemunhas
Deputados estaduais desistem de buscar provas sobre suposto esquema de venda de emendas e vão encerrar trabalhos em 15 dias
 
Promotor pede ao governo relação de emendas desde 2007
 
Para explicar silêncio, deputado estadual Campos Machado (PTB-SP) ataca imprensa
 
Bom Dia Rio Preto
Fim da apuração de emendas 'livra' rio-pretense
Maioria govenista encerra investigação sem ouvir rio-pretense Fabrício Marcolino, ex-presidente do PTN de Rio Preto, apontado como suposto corretor de emendas
O deputado João Paulo Rillo (PT) apresentou ao conselho requerimento para ele fosse ouvido. Fabrício é sócio de uma construtora que ganhou cerca de R$ 3 milhões em licitações na região
 
Jornal da Tarde
Escândalo das emendas: Base governista ‘enterra’ apuração
Por 5 votos a 2, a base governista na Assembleia Legislativa enterrou ontem as investigações no Conselho de Ética sobre o suposto esquema de vendas de emendas parlamentares denunciado pelo petebista Roque Barbiere. Agora, para que as investigações prossigam na Casa, resta à oposição tentar emplacar a CPI, faltam duas assinaturas.
Votaram contra o requerimento de autoria de Campos Machado, pedindo que os trabalhos fossem encerrados e as informações coletadas enviadas ao Ministério Público Estadual (MPE), os petistas Marco Aurélio de Souza e Luiz Cláuido Marcolino. O presidente da comissão, Hélio Nishimoto (PSDB), não votou e o verde Dilmo dos Santos não compareceu.
Nem o fato de Roque Barbiere (PTB), em discurso no plenário, ter citado um nome, do deputado Dilmo do Santos (PV), que supostamente comercializa emendas, conseguiu reverter a manobra da base governista

Folha - 28/10/2011(via Conteúdo Livre)
Assembleia de SP encerra caso das emendas
Conselho de Ética deixa investigação para o Ministério Público sem ouvir deputados e testemunhas envolvidos
Operação para liquidar apuração foi articulada por aliado do deputado que acusa os colegas de negociar indicações

Leia também neste link:
 
O que faltou ser investigado
  • Roque Barbiere (PTB) e Bruno Covas (PSDB) - Relataram esquemas, mas só se pronunciaram por escrito, sem depor aos deputados
  • Terezinha Barbosa - Conselho não quis ouvir testemunha revelada pelo deputado Major Olímpio (PDT) e que disse ter sido chamada para esquema
  • Histórico de emendas - Pedido para que governo tornasse públicas emendas desde 2006 não foi votado. Alckmin prometeu detalhes desde 2007, o que não ocorreu
Execução de emendas parlamentares está sujeita a fatores que alimentam corrupção – análise de  Paulo Ziulkoski,presidente da Confederação Nacional de Municípios e ex-prefeito de Mariana Pimental (RS)http://sergyovitro.blogspot.com/2011/10/assembleia-de-sp-encerra-caso-das.htmliG
Base enterra investigação sobre venda de emendas em São Paulo
Sem produzir um relatório, Conselho de Ética conclui trabalhos depois de rejeitar a convocação de 17 testemunhas e parlamentares
 
pco
Corrupção em São Paulo - Os anões do orçamento do PSDB
A venda de emendas na Assembleia Legislativa e no governo estadual paulista são um instrumento para favorecer os grandes capitalistas, em particular as empreiteiras http://www.pco.org.br/conoticias/ler_materia.php?mat=33114

Veja Online
Deputados enterram investigação na Casa sobre venda de emendas
Maioria dos integrantes do Conselho de Ética da Alesp votou para enviar o caso ao Ministério Público. Disputa pela relatoria, no entanto, deve atrasar o processo
 
Correio do Brasil
A mídia e as realidades do Brasil e de São Paulo - por José Dirceu
Em relação à realidade nacional, ao governo federal, a pauta da mídia visa criar factoides, alimentar campanhas denuncistas, fomentar crises políticas, tentar desmontar a unidade da base partidária governista e pressionar o governo para conseguir êxito em suas operações derruba-ministro.
Em relação aos governos estaduais tucanos, particularmente o de São Paulo, ela dá integral apoio e contribuição decisiva com seu silêncio para esconder o escândalo em que ele está mergulhado, o da venda de emendas parlamentares a empreiteiras, prefeituras e ONGs
 
Lembrando promessa de Alckmin até agora não cumprida:
 
 
Estadão - 13/10/2011
Alckmin promete dar 'transparência' às emendas de 2007 a 2010
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), prometeu ontem dar "transparência absoluta" às emendas parlamentares feitas por todos os deputados entre 2007 e 2010. A informação de que o governo paulista publicaria a lista foi antecipada pelo jornal O Estado de S. Paulo em sua edição de ontem. A afirmação do governador ocorre após o deputado estadual Roque Barbiere (PTB) ter denunciado a existência de um esquema de cobrança de propina no processo de apresentação de emendas em São Paulo

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.