Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Metrô de SP tem a pior avaliação desde 97, mostra Datafolha

/ On : quinta-feira, setembro 08, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
(da Folha de S.Paulo)

A ampliação do número de linhas e estações vem trazendo cada vez mais gente para o metrô de São Paulo. Ao mesmo tempo, o sistema apresenta constantes falhas, causando transtornos aos usuários, o que se reflete na avaliação do serviço.

'Houve aumento expressivo de passageiros'

Pesquisa Datafolha revela que nunca os paulistanos tiveram avaliação tão ruim do metrô, meio de transporte adotado por 35% dos moradores, maior taxa da história.
Desde 1997, o Datafolha pesquisa a avaliação do sistema de transporte público de São Paulo. E, pela primeira vez, menos da metade aprova a qualidade do metrô. Agora, 47% dizem que o metrô é 'ótimo/bom', queda de sete pontos percentuais desde 2008. Já a reprovação aumentou seis pontos. O período a partir de 2008 também coincide com a integração com o bilhete único.
Foram ouvidas 1.039 pessoas de todas as classes sociais, faixas de renda e idade, sexo e escolaridade. A margem de erro é de três pontos percentuais.
O transporte coletivo de um modo geral é mal avaliado 24% aprovam e 42% desaprovam, e a situação já foi pior. Em 2007, 51% dos moradores avaliavam o sistema como ruim ou péssimo.
Os ônibus também são muito mal avaliados, segundo a pesquisa: 27% de aprovação e 41% de reprovação. Em 2001, os percentuais eram parecidos: 28% e 41%, respectivamente. Os trens têm 25% de aprovação e 25% de reprovação. Entre os mais ricos (renda familiar superior a dez salários mínimos), 57% dizem que o metrô é ótimo ou bom.

Passageiros
São 7h30, véspera de feriado, e a arquiteta Ananda Soares, 33 anos, consegue entrar no primeiro trem na estação Paraíso. E senta. "Hoje é um dia muito diferente, porque nunca mais sentei", conta. "O metrô já foi bom; mas essa superlotação é problemática. Muita gente passa mal.
No fim da tarde, as estações da linha 3-vermelha estão lotadas. Para o garçom Andrés Leite, 27 anos, o serviço piorou porque linhas da CPTM foram integradas ao metrô. "Acho que dobrou o movimento de uns dois anos para cá", diz.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.