Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

terça-feira, 21 de junho de 2011

Secretário de Alckmin está envolvido com escândalo dos hospitais estaduais.

/ On : terça-feira, junho 21, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
A "operação abafa" estadual

(do Transparência SP)

A técnica do governo estadual para abafar escândalos e crises é realmente fantástica.
Primeiro, aceita-se a demissão dos envolvidos rapidamente. Segundo, os envolvidos negam as acusações e dizem que querem apenas deixar o governador "a vontade". Depois, o governo estadual diz que vai apurar tudo com rigor. Por último, a imprensa "esquece" o assunto rapidamente, e o escândalo desidrata em menos de uma semana.

Coordenador de Serviços da Saúde de SP, Ricardo Tardelli, pede demissão
(da Agência Estado)

O coordenador de Serviços da Saúde de São Paulo, Ricardo Tardelli, pediu demissão no início da manhã desta segunda-feira, 20, após ter seu nome vinculado à investigação do Ministério Público sobre fraudes nos hospitais da cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo.
Em nota, o coordenador afirmou que pediu demissão para garantir uma maior transparência nas investigações do caso. O pedido do ex-coordenador foi aceito.
Ricardo Tardelli também nega que tenha conhecimento da existência de um esquema organizado envolvendo fraude em plantões estaduais. Ainda segundo as informações da assessoria de Tardelli, a Secretaria já determinou uma auditoria dos plantões em todos os hospitais estaduais, além da instalação de pontos eletrônicos.
No domingo, 19, o secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo, Jorge Pagura, também deixou o cargo após ter seu nome envolvido no esquema.
Pagura é neurocirurgião e, de acordo com escutas telefônicas obtidas pela promotoria, teria recebido pagamento do Estado por plantões não trabalhados no Hospital de Sorocaba em 2009 e 2010. As gravações foram divulgadas ontem no programa Fantástico, da TV Globo.
Na semana passada, 13 pessoas foram presas por envolvimento em um esquema de fraude em plantões. Os profissionais foram acusados de não trabalharem nos plantões mas, mesmo assim, receberem pagamentos pelo serviço. Só no Hospital de Sorocaba, segundo o Fantástico, as fraudes teriam causado um rombo de mais de R$ 2 milhões.

Secretário de Esporte de São Paulo coloca cargo à disposição

(da Folha de SP, por Eduardo Ohata)
O secretário de Esporte de São Paulo, Jorge Pagura, entregou carta ao governador Geraldo Alckmin na qual coloca seu cargo à disposição caso não se sinta à vontade de mantê-lo na secretaria.
Mas assessores afirmam que o secretário, lotado à Secretaria de Saúde de Sorocaba, não está envolvido no escândalo, e apenas pôs o cargo à disposição para "dar tranquilidade" a Alckmin.
Como secretário de Esporte, Pagura tinha prevista a partir deste domingo uma viagem à África do Sul com a delegação do Ministério do Esporte para acompanhar o legado da Copa do Mundo de 2010.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.