Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Loja de venda de ingressos é assaltada em shopping de SP

/ On : segunda-feira, fevereiro 14, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
14/02/2011 - 12h07
DE SÃO PAULO



Uma loja de venda de ingressos, localizada no estacionamento do Morumbi Shopping, na zona sul de São Paulo, foi assaltada na noite de ontem (13), segundo informações da assessoria do shopping.
O crime aconteceu por volta das 20h, quando o shopping já estava fechando. A assessoria do local afirmou que a loja --que não teve o nome divulgado-- não tem ligação com a parte interna do shopping. Os criminosos conseguiram fugir.
Não foi informado quantos homens participaram do crime, ou valor roubado. Todo o shopping funciona normalmente nesta segunda-feira, segundo a assessoria do estabelecimento.
Na semana passada, homens armados assaltaram a joalheria Dryzun também no Morumbi Shopping. Duas mulheres foram mantidas reféns após assalto. Elas foram usadas como escudo até a chegada ao carro dos criminosos.
Em outubro do ano passado, a loja de artigos de luxo Montblanc no mesmo shopping também foi assaltada. Na época, o Deic informou que os objetos levados da loja, avaliados em aproximadamente R$ 15 mil, foram recuperados.
HISTÓRICO
No ano passado foram registrados diversos casos de assaltos a shoppings em São Paulo, principalmente joalherias. A onda de assaltos fez com que alguns locais, inclusive, contratassem seguranças armados e instalassem equipamento antiterrorismo.
Para o sociólogo José dos Reis Santos Filho, a segurança em shoppings é um mito.
No dia 18 de dezembro, uma joalheria do shopping Plaza Sul foi assaltada e deixou um segurança ferido.
De acordo com o shopping, dois assaltantes se passaram por clientes, entraram na loja da joalheria Casa Tokyo e anunciaram o assalto. Os criminosos fugiram rapidamente e dispararam tiros para causar tumulto entre os consumidores e facilitar a fuga --a loja fica no térreo, perto da saída.
Já do lado de fora do shopping, um segurança foi baleado no ombro. Ele foi encaminhado para o hospital Arthur Ribeiro de Saboya e seu estado de saúde é estável, de acordo com o shopping.
No dia 5 de novembro, o shopping Plaza Sul também foi invadido por criminosos. Dois homens se passaram por clientes da joalheria Vivara, entraram na loja e anunciaram o assalto. Os criminosos levaram algumas mercadoria da loja --quantidade e valores não foram divulgados-- e fugiram antes da chegada da polícia.
Outro assalto ocorreu no shopping Campo Limpo, na zona sul. Cerca de 20 homensinvadiram o local na madrugada do dia 28 de outubro e tentaram roubar um caixa eletrônico do Banco do Brasil. Durante a ação, funcionários do estabelecimento e clientes que estavam no cinema foram rendidos. O alarme foi disparado durante a ação dos criminosos, que fugiram rapidamente.
relojoaria Timeland foi assaltada em 15 de agosto, no shopping Pátio Higienópolis, na região central de São Paulo. Na ocasião, dois homens, um deles armado e com um falso uniforme dos Correios, renderam uma vendedora e uma mulher que havia levado uma pulseira para consertar. A dupla ordenou que a funcionária colocasse os relógios mais caros numa sacola e fugiu caminhando.
Em 7 de agosto, o Santana Parque Shopping sofreu uma tentativa de assalto. Um grupo formado por cerca de sete homens tentou assaltar duas joalherias. Houve troca de tiros e um segurança foi baleado na cabeça e acabou morrendo, após ter ficado cinco dias internado.
Em 3 de julho, assaltantes invadiram uma joalheria no shopping Ibirapuera, na zona sul de SP. O roubo ocorreu na loja S.Rolim e deixou os mostruários das vitrines vazios. Segundo funcionários do shopping, a ação dos criminosos foi muito rápida.
A loja da Rolex no shopping Cidade Jardim, na zona oeste de São Paulo, foi alvo de bandidos no dia 7 de junho --menos de um mês depois da ação na Tiffany. Sete homens participaram da ação --quatro deles, vestindo terno e óculos escuros entraram no shopping enquanto os outros aguardavam do lado externo.
Em meio a onda de roubos, a associação dos shopping centers trouxe dos EUAespecialistas em crimes contra o varejo, entre eles um do FBI, a polícia federal americana, para discutir segurança pública com lojistas, donos de shopping e com a cúpula da polícia.

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.