Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

“Arrasando São Paulo”: Alckmin reduz verba de investimentos em 2011

/ On : segunda-feira, fevereiro 28, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
SerrAlckmin: duas faces da mesma moeda
.
Como já dissemos anteriormente, o principal programa do desgovernador Geraldo Alckmin é o “Arrasando São Paulo“.
Esse macro-programa congrega os demais existentes desde a gestão anterior do Alckmin, aprimorados pelo Serra e agora em franco processo de consolidação.
São eles: “Alaga São Paulo”, “Bolsa Ouavida”, “Vá a Pé”, “PLAC – Programa Lata d’Água na Cabeça”, “São Paulo para os Paulistas”, “Desaba São Paulo”, “Apaga São Paulo”, “Engarrafa São Paulo”, “Já vai Tarde” e “Luz para Poucos”, entre muitos outros.
Visando ampliar o “xoque de jestão” e dar maior eficácia ao integrador “Arrasando São Paulo”, o desgoverno Alckmin, apesar de aumentar a previsão de receitas (como sempre, nisso eles são bons: aumentar impostos), reduziu a dotação para investimentos.
Vejamos o que diz matéria da Folha.com (clique aqui para ler na íntegra):
“Apesar do crescimento de 12% da projeção de receita no Orçamento de 2011, o governo de São Paulo deve investir no ano que vem cerca de 3,3% menos do que em 2010.
Os dados constam da proposta orçamentária enviada pelo Executivo à Assembleia Legislativa, que deve ser votada nesta semana.
O governo paulista, que previu arrecadar R$ 125 bilhões neste ano, agora projeta uma receita de R$ 140,6 bilhões para o ano que vem.”
***
Com isso, o “Arrasando São Paulo” vai de vento em pôpa! 


Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.