Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Serra: O dia que a VEJA começou a amá-lo

/ On : terça-feira, janeiro 18, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com

José Serra na Constituinte: O dia que a VEJA começou a amá-lo

Posted: 17/01/2011 by @Porra_Serra_ in Constituinte, José Serra, VEJA
Tags:, ,
Em sua publicação no dia 7 de setembro de 1988, a Revista Veja assumiu pela primeira vez seu amor por José Serra. Revista Veja diz que José Serra uma semana antes perdeu sua “aura esquerdista”. A partir daí, foi amor à primeira vista
A partir daí começou a montagem falsa da biografia do Serra feita pela mídia. Veja:


E lógico, para colocar José Serra no seu devido lugar e desmentir a VEJA, vamos mostrar a participação dele:
Serra votou contra os trabalhadores na Constituinte e teve nota 3,75 do DIAP
O tucano votou contra, ou, em outros casos, fugiu de votar, se abstendo ou faltando:
- contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas;
- contra mais garantias ao trabalhador de estabilidade no emprego;
- negou seu voto pelo direito de greve (isso explica a forma ditatorial e violenta com que ele trata o funcionalismo quando recorre à greve);
- negou seu voto pelo abono de férias de 1/3 do salário;
- negou seu voto pelo aviso prévio proporcional;
- negou seu voto pela estabilidade do dirigente sindical;
- negou seu voto para garantir 30 dias de aviso prévio;
- negou seu voto pela garantia do salário mínimo real;
- votou contra a implantação de Comissão de Fábrica nas indústrias;
- votou contra o monopólio nacional da distribuição do petróleo;


Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.