Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Passarela tem escada sem degraus

/ On : terça-feira, janeiro 11, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
11/01/2011
Fabiana Cambricoli e Robson Ventura
do Agora
Escalar uma pedra de um metro de altura, pular para uma escada de madeira com degraus quebrados e pregos à mostra e, assim, acessar uma passarela feita também de madeira, com tábuas rachadas. Esses são os desafios que pedestres têm de enfrentar diariamente se quiserem atravessar a avenida Jacu-Pêssego (zona leste de SP).
O novo trecho da via, de cerca de 13 km, foi inaugurado em outubro do ano passado, mas as passarelas definitivas (de concreto) ainda não foram construídas. A Dersa (empresa estatal responsável pela obra) instalou quatro passarelas provisórias, feitas de madeira. Reportagem publicada na última sexta-feira mostrou que as madeiras de uma das passarelas estavam podres, com rachaduras e envergaduras, e provocavam medo nos pedestres, que, muitas vezes, preferiam se arriscar e cruzar a via pela pista.
Ontem, o Agora visitou as quatro passarelas provisórias da via e encontrou problemas em todas elas. Em uma delas, nas proximidades do bairro Jardim Nova Vitória, a estrutura não interliga as duas pistas da via, mas sim, um bairro ao outro. Por isso, foi construída uma escadinha de madeira no meio do barranco ao lado da pista para quem quiser chegar à passarela.
  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora nesta terça, 11 de janeiro, nas bancas

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.