Editorial TSP Educação Eleições Contas Públicas Imprensa Política Precatórios Privatizações Saneamento Saúde Segurança Pública Servidores Transporte
Agora São Paulo Assembléia Permanente Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Vi o Mundo
Canal no You Tube
Agora São Paulo Assembléia Permanente BBC Brasil Brasília Confidencial Carta Capital Cloaca News Conversa Afiada Cutucando de Leve FBI - Festival de Besteiras na Imprensa Jornal Flit Paralisante NaMaria News Rede Brasil Atual Reuters Brasil Vi o Mundo

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Entre 1995 e 2010, Metrô de São Paulo avança apenas 1,4 km por ano

/ On : quinta-feira, janeiro 06, 2011 - Contribua com o Transparência São Paulo; envie seu artigo ou sugestão para o email: transparenciasaopaulo@gmail.com
AP
Os tucanos, à frente do governo do Estado de São Paulo, construíram apenas 21,6 Km de linhas do metrô entre 1995 e 2010, o que representa uma média de 1,4 km por ano. É a menor rede metroviária entre as grandes capitais do mundo, com 65,9 km

Lembrando a corrupção no Metro:
 
Propinas pagas a integrantes do governo do PSDB  em SP  e do TCE-SP, no período de 1995 a 2009, garantiam contratos fraudulentos da Alstom com empresas estatais de SP, principalmente o Metrô,  e sua aprovação posterior pelo Tribunal de Contas
 
Estadão - 29/12/2010
Robson Marinho, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de SP (TCE-SP),  e mais 10 têm sigilo quebradoEm decisão de sete páginas, a juíza Maria Gabriela Pavlópoulos Spaolonzi, da 13.ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, cita comunicações da procuradoria da Suíça que apontam envolvimento "na prática criminosa" de ex-funcionários de pelo menos três companhias de economia mista controladas pelo governo do Estado de São Paulo - Metrô, Eletropaulo e Empresa Paulista de Transmissão de Energia Elétrica
A juíza decretou a quebra do sigilo bancário e fiscal do conselheiro Robson Marinho, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), um dos envolvidos no recebimento de  propinas. Promotores suíços e brasileiros informam que não têm mais dúvidas de que Marinho mantém recursos de origem ilegal em Genebra. Para as remessas de valores teria sido usado um esquema de lavagem por meio de várias empresas de fachada offshore. Uma delas, Higgins Finance, era controlada pelo próprio conselheiro do TCE.
Marinho foi chefe da Casa Civil do governo do Estado entre 1995 e abril de 1997. Ele integra a 2.ª Câmara do TCE-SP.
Saiba mais
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,membro-do-tce-e-mais-10-tem-sigilo-quebrado,659507,0.htm

Folha - 29/12/2010
Conselheiro do TCE-SP recebeu R$ 1 milhão em conta na Suíça
Documentos mostram que Robson Marinho, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) e chefe da Casa Civil do governador Mario Covas entre 1995 e 1997, recebeu em uma conta na Suíça três depósitos feitos pelo empresário Sabino Indelicato que somam US$ 605.098.
O valor equivale hoje a pouco mais de R$ 1 milhão. A suspeita do Ministério Público é que os valores depositados são parte da propina supostamente paga pela Alstom para obter contratos com o governo de São Paulo a partir de 1997.
Há também a hipótese de que Marinho recebeu o valor para aprovar no Tribunal de Contas os contratos da Alstom com empresas como o Metrô e a Eletropaulo.
Também foi quebrado o sigilo do engenheiro Jorge Fagali Neto, irmão do presidente do Metrô
 
AP - 05/01/2011
Governo tucano: suspeitos de receber propinas da Alstom têm sigilo quebrado na fase judicial das apurações
 
FRAUDES NA LICITAÇÃO DA LINHA 5 DO METRÔ
Folha - 26/10/2010
Resultado de licitação do metrô de São Paulo já era conhecido seis meses antes
A Folha soube seis meses antes da divulgação do resultado quem seriam os vencedores da licitação para concorrência dos lotes de 3 a 8 da linha 5 (Lilás) do metrô.
O resultado só foi divulgado na última quinta-feira, mas o jornal já havia registrado o nome dos ganhadores em vídeo e em cartório nos dias 20 e 23 de abril deste ano, respectivamente
 

Twitter

Privatizações

Privatizações
Memórias do Saqueio: como o patrimônio construído com o trabalho e os impostos do povo paulista foi vendido
 
Copyright Transparência São Paulo - segurança, educação, saúde, trânsito e transporte, servidores © 2010 - All right reserved - Using Blueceria Blogspot Theme
Best viewed with Mozilla, IE, Google Chrome and Opera.